Já são 25 o número de mortos na explosão de hotel de luxo em Cuba

As autoridades cubanas confirmaram que subiu para 25 o número de mortos na forte explosão ocorrida, nesta sexta-feira (6), num hotel de luxo, no centro histórico de Havana, capital de Cuba.

O coordenador do Governo de Havana, Orestes Llanes Mestre, não soube precisar o total de feridos. Mas, a última contagem era de 64 vítimas não fatais.

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, desmentiu o burburinho sobre ataques ou bombas e disse que tudo não passou de um "infeliz acidente"

A explosão ocorreu minutos depois que um caminhão-tanque de gás liquefeito abastecia um tanque do hotel. O mais provável é que a explosão tenha iniciado em virtude de um vazamento. 

O Hotel Saratoga era um edifício de estilo neoclássico construído em 1880. A construção é uma das poucas empresas que ainda subsiste à miséria que impera no país e um dos únicos a garantir postos de trabalho para a população.

Os trabalhos de remoção de entulhos e de resgate continuam no local.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários