Universidade de Brasília impõe selo aos vacinados que perpetuam pelo campus

Não apenas os alunos como também os funcionários terão de usar um adesivo que identifica indivíduos imunizados contra a Covid-19; se quiserem  entrar nos prédios do campus. O selo é amarelo e estampa uma seringa e o Coronavírus  e tem de ser  fixado em um documento com foto.

Desde fevereiro, a UnB vem pedindo o passaporte de vacina de professores e alunos e, agora em junho, iniciará seu novo semestre acadêmico; onde botarão em prática a ideia do selo de comprovação da vacinação.

Sendo assim, antes de estudantes, docentes, funcionários, técnicos, estagiários entrarem nos prédios, terão de apresentar o selo ao porteiro ou vigilante para poderem ingressar nas edificações. 

Todavia, tal adesivo só será entregue depois da conferência do comprovante de vacinação. Mas, não para por aí, o individuo ainda terá de assinar uma lista que será encaminhada a um comitê.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários