Câmara de Porto Alegre proibe linguagem neutra em sala de aula

A Câmara Municipal de Porto Alegre proibiu, semana passada, que as escolas da administração municipal ensinem a linguagem neutra em sala de aula.

Por 20 votos a favor e 11 contra, os vereadores da cidade aprovaram um projeto de lei que impede que sejam utilizados termos neutros que confundem as crianças no aprendizado da língua portugues.

A proposta entrou em pauta depois que diversos pais reclamaram com a Secretaria Municipal de Educação que o ensino de termos não-binários estava prejudicando o aprendizado infantil.

Após aprovação, a Secretaria, que era favorável ao veto, comemorou o resultado. Em nota, o órgão disse:

- (A Secretaria) concorda com a aprovação do projeto de lei que veta uso da linguagem neutra no município - escreveu, acrescentando que é importante "seguir as normativas definidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) que norteia os currículos dos sistemas e redes de ensino do país”.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Movimento quer mudar o nome do Brasil para Brasile (CRÉDITO: REPRODUÇÃO)
Movimento quer mudar o nome do Brasil para Brasile (CRÉDITO: REPRODUÇÃO)
Mostrar comentários