Congresso de El Salvador destitui juízes da Suprema Corte

O Congresso de El Salvador decidiu, no dia 1º de maio, destituir todos os cinco juízes da Suprema Corte. Os parlamentares de direita e a maioria da base governista do presidente Nayib Bukele, acusaram os magistrados de querer converter o Supremo em "super poder".

A medida também atingiu o procurador-geral, que foi destituído do cargo.

Os legisladores argumentaram que a Suprema Corte, insistentemente, ultrapassava os limites do Judiciário e invalidada as decisões do presidente Bukele no combate à pandemia da Covid-19.

- A Câmara Constitucional declarou inconstitucional os regulamentos legitimamente instituídos, em relação à contenção da pandemia. Os magistrados têm gerado, com seus pronunciamentos e sentenças arbitrárias, uma fraude à Constituição - explicou o perfil oficial da Assembleia Legislativa de El Salvador. 

No dia seguinte à destituição dos antigos magistrados, o Congresso aprovou a nomeação de outros juízes para substituí-los no cargo.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários