TSE diz que encontrou "soluções" apra os questionamentos da PF sobre as urnas eletrônicas

Quem deu a informação, nesta sexta-feira (13), foi o juiz auxiliar do TSE, Sandro Nunes. Segundo o magistrado, a Corte conseguiu solucionar todas as falhas encontradas pela Polícia Federal nos equipamentos, ano passado.

Para comprovar que as urnas poderiam ser burladas, a PF realizou cinco ataques e fraduou o linha de transmissão das informações e até adentrou a rede do Tribunal.

De acordo com Nunes, as tentativas de fraudar o sistema não chegaram a supostas camadas com maior segurança, onde estariam justamente o sigilo do voto e a totalização.

A declaração do juiz vem após o presidente Jair Bolsonaro (PL) demonstrar interesse em que uma empresa de fora faça auditagem no processo eleitoral para confirmar sua lisura. O TSE, por sua vez, pretende eliminar interferências externas e já até demonstrou interesse de que a Comissão de Transparência seja finalizada.

Os sistemas, no entanto, serão testados novamente em setembro deste ano.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários