Atriz de "Doutor Estranho" é presa por abusar de menina

A britânica Zara Phythian, de 38 anos, e o marido dela, o instrutor de artes marciais, Victor Marke, 60, foram presos, nesta segunda-feira (16), acusados de abuso sexual contra duas meninas.

Uma delas, que acaba de ser mãe, disse que os abusos iniciaram quando ela tinha apenas 13 anos e que prosseguiram até que ela completasse 15, entre 2002 e 2005. A jovem disse à Justiça que o casal roubou sua "inocência" e corrompeu seu desenvolvimento, afirmando que ela era a única pessoa errada no relacionamento. Ela disse que achava os atos sexuais errados mas que, diante da insistência do casal, não conseguia se libertar dos encontros.

- Eu sabia que era errado, mas não sabia como sair da situação, nem dizer nada. Eu apenas fiz o que eles me pediram para fazer. Eles fizeram parecer que eu era um garota travessa e eles estavam me ajudando. Senti que não havia saída. Disseram-me para não falar nada - revelou a vítima, acrescentando que pretendia "morrer com a vergonha", mas, ao descobrir que estava grávida, resolveu denunciar para que outras crianças não passassem por isso.

Uma outra jovem acusou Marke de agredi-la sexualmente, mas, nesse caso, ele não contou pra mulher e os abusos teriam ocorrido apenas com ele. O instrutor alegou que pensava a adolescente ter 18 anos, na época.

Phythian negou que tenha tido algum tipo de relacionamento sexual com uma menor, mas ela e o marido foram condenados em 14 dos 18 abusos aos quais foram vinculados.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários