Cláudio Castro declara apoio a Bolsonaro e abre vantagem sobre Freixo

O atual governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), declarou apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que é do mesmo partido, e ainda elogiou a administração do Governo Federal durante o combate à pandemia da Covid-19.

- Sou apoiador do Bolsonaro, nunca neguei o alinhamento a ele, mas sempre tem gente querendo criar confusão nisso. Não vou criticar o Lula porque estou preocupado com o estado. Enxergo com pragmatismo. Os dois mandatos dele tiveram coisas boas e ruins. Meu papel é falar do Rio e não quero nacionalizar a eleição estadual. O bolsonarista, o lulista, o cirista, o morador do Rio em geral, podem esperar do Cláudio Castro alguém que governará o estado com uma enorme paixão - revelou.

E completou:

- Quem comprou as vacinas? Quem distribuiu? Bolsonaro é o pai da vacina! Enquanto debatiam se o imunizante transformava alguém em jacaré, eu montava a logística e vacinava - afirmou.

Segundo pesquisa feita pelo instituto Quaest/Genial, Castro lidera as intenções de votos no Estado com 25%. Marcelo Freixo, do PSB, vem atrás com 18%, indicando que haverá um segundo turno entre os candidatos.

Sobre o concorrente e aliados de Freixo, Castro comentou:

-  É curiosa a discussão sobre quem está no entorno de cada candidato. Quem saqueou a Petrobras, por exemplo, está no entorno do Marcelo Freixo. Os apoiadores dele dão inveja ao Fernandinho Beira-Mar. O Rodrigo Neves (ex-prefeito de Niterói e pré-candidato pelo PDT) foi preso. Acho que cada um de nós deve ser julgado pelo que faz, não por quem o apoia. Não avalio que essas figuras citadas estejam no meu entorno - disparou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários