TCU forma maioria para aprovar privatização da Eletrobras

O Governo Bolsonaro aperta os passos para privatizar a Eletrobras ainda este ano. Segundo o presidente da estatal, Rodrigo Limp, o processo de venda da empresa deve ser concluído até agosto deste ano.

O executivo disse que o período escolhido é o ideal para a venda porque coincide com as férias no Hemisfério Norte e ocorre antes das eleições presidenciais no Brasil.

Assim, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou por maioria, 7 votos a 1, a privatização da Eletrobras, seguindo a regra de fevereiro deste ano, quando o órgão já havia dado o seu aval quanto às estimativas do valor - em torno de R$ 67 bilhões - a ser movimentado no processo. Agora, o procedimento foi todo concluído sem nenhuma irregularidade.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) já comentou o desejo de privatizar as principais estatais do país, que foram muito utilizadas nos Governos do PT em casos de corrupção e desvio de recursos públicos. Capitalizadas, Eletrobras e Petrobras não poderão mais ser sucateadas.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários