TRE-SP reprova prestação de contas do PSDB e manda partido devolver R$ 1,4 milhão

Por unanimidade, o plenário do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) rejeitou a prestação de contas do diretório estadual do PSDB, em São Paulo, exercício de 2018 e determinou que a sigla devolva R$ 1,4 milhão. O julgamento foi nesta segunda-feira (16).

Os tucanos não conseguiram comprovar o uso adequado dos recursos públicos obtidos através do Fundo Partidário e solicitou o ressarcimento do valor.

As "falhas" encontradas no relatório representam 14,4% do total movimentado em 2018. Fora isso, o PSDB não investiu 5% do previsto em lei para bancar promoções que influenciem a participação da mulher na política.

O PSDB alegou que o entendimento do TRE não é o mesmo do TSE e que vai recorrer da decisão.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários