Palhaço "Tiririca" cogita não concorrer neste pleito, caso PL dê seu número eleitoral a Eduardo Bolsonaro

O deputado federal Francisco Everardo (PL-SP), mais conhecido como o "Palhaço Tiririca", anda meio chateado com o PL e ventilando aos quatro cantos da Câmara que o partido cogita entregar o número eleitoral (2222) dele, com o qual ele disputa as eleições desde 2010, ao filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), Eduardo Bolsonaro.

O motivo para a troca seria o número de votos que Eduardo consegue fazer em cada pleito que disputa. No de 2018, foi o deputado mais votado do Brasil, com 1,84 milhão de eleitores. Por isso, a prioridade seria dele.

O humorista, por sua vez, gostaria de ter sido consultado quanto à possibilidade de alteração e ameaça nem mais se candidatar nestas eleições. Mas, os parlamentares e colegas de legenda nem levam mais à sério o que o comediante fala; já que, em 2017, ele disse que abandonaria a política porque havia "se frustrado" e, no ano seguinte voltou atrás.

O deputado federal Capitão Augusto (PL-SP), 2º vice-presidente nacional do partido, afirmou que o número eleitoral de cada candidato só deve ser definido na convenção partidária, em julho ou agosto, e que o tempo de propaganda na rádio e na televisão é mais importante do que isso.

– O número, para quem já tem nome, não é fundamental - destacou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários