Deputada do PSOL quer cotas estudantis para ex-presidiários

A deputada estadual do PSOL, Érica Malunguinho, apresentou projeto na Alesp, na sexta-feira (20), para que as Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs) reservem 10% das vagas para ex-presidiários e quem esteve detido na Fundação Casa.

Segundo ela, o “sistema de pontuação não é suficiente para dar conta do que está previsto nos acordos e legislações (sobre cotas). Além disso, existem outros grupos que precisam ser amparados pelas políticas públicas, como pessoas egressas do sistema prisional e internas da Fundação Casa".

Se aprovada a proposta, vai diminuir consideravelmente as chances de alunos sem cotas passarem no vestibular porque 3% já são garantidas para pessoas negras e outros 10% para quem estudou em rede pública. Os outros, que não se adequam a nenhum dos dois grupos, têm que se "espremer" com as que sobram.

O projeto será avaliado por comissões da Casa. 

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários