Biden pede ajuda a Bolsonaro para que Cúpula das Américas não seja esvaziada

O Governo de Joe Biden encaminhou, nesta terça-feira (24), Christopher Dodd, para entregar convite pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e pedir para que ele compareça à Cúpula das Américas; a fim de que não haja um esvaziamento do evento. Para isso, o democrata estaria disposto até mesmo a reunir-se com o brasileiro em encontro bilateral. 

O evento ocorrerá em Los Angeles, no início de junho e esta 9º edição da Cúpula pretende discutir assuntos relacionados à América Latina, mudanças climáticas e migração; mas também é uma forma de convencer outras nações a combater a influência da China no mercado internacional.

Com a economia forte do Brasil, Bolsonaro é um dos mais aguardados.

Os líderes de Cuba, Venezuela e Nicarágua não foram convidados e o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse que não vai se os Estados Unidos não estenderem o convite aos ditadores.

Jair Bolsonaro, que recebeu Dodd, esta semana, já confirmou presença e deve se encontrar, pessoalmente, com o líder americano.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários