Na Rússia, piloto é demitido ao filmar cenas de sexo em pleno voo

Um piloto da Escola de Aviação Civil de Sasovo, na Rússia, foi demitido depois que vazaram na internet o vídeo íntimo dele e uma aluna, fazendo sexo em pleno voo.

O rapaz de 28 anos e jovem de 21 gravaram as cenas, durante um aula. A moça disse que às autoridades que, à princípio, não quis participar do ato, mas voltou atrás ao saber que teria aulas extras de graça.

Foi um colega da jovem quem conseguiu as imagens e colocar na web e o caso, rapidamente, se espalhou.

O ex-instrutor é casado.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários