Apesar das críticas feministas, "Top Gun: Maverick" se torna a maior bilheteria da carreira de Tom Cruise

"Top Gun: Maverick", o remake do sucesso de 1986, cujo astro principal é Tom Cruise, decolou igual as aeronaves do longa, neste final de semana, e já é considerado a maior bilheteria da carreira do ator.

Somente na América do Norte recebeu US$ 124 milhões e, termos globais, totalizou US$ 248 mi em bilheteria arrecadada.

Os dados são da empresa Comscore, que analisa o rendimento dos filmes. A companhia de pesquisas constatou também que, embora as críticas feministas tenham sido implacáveis com o longa, "Top Gun: Maverick" rendeu a Tom Cruise a melhor bilheteria de toda a carreira de 40 anos do ator: acima dos US$ 100 milhões. Ultrapassou até "Piratas do Caribe: No Fim do Mundo" (US$ 153 mi), de Johnny Depp, que, por sinal, também vem sofrendo com os conluios feministas.

No Brasil, o longa já está em cartaz desde a quinta-feira (26) e mais de 1,1 milhão de pessoas já assistiram. A arrecadação do final de semana passado ficou em R$ 15,7 milhões e o acumulado dos dias em R$ 25,5 milhões.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários