Caseiro denuncia à polícia que Lázaro dormia há cinco dias em propriedade de fazendeiro preso

O caseiro contou, em depoimento à polícia, que o serial killer Lázaro Barbosa dormia na fazenda onde ele trabalhava há cinco dias. A força-tarefa recebeu denúncia anônima e tentou entrar na propriedade, mas o idoso de 74 anos não permitiu. No dia seguinte, os policiais voltaram, mas o fugitivo já não estava mais no local. Tanto patrão quanto empregado estão presos.

Eles respondem por favorecimento pessoal e posse de arma de fogo. A polícia encontrou espingardas e munições na propriedade.

No interrogatório, o caseiro disse que o dono da propriedade ajudava Lázaro, dando alimentos e deixando que ele dormisse na casa. Já o fazendeiro não deu nenhuma declaração durante o depoimento.

O caseiro disse que trabalha no local há 21 dias e que na sexta-feira (18) recebeu ordens para não deixar os agentes entrarem na fazenda e, a partir de então, passou a ouvir o fazendeiro chamar por Lázaro na hora do almoço.

O funcionário disse que, na noite do mesmo dia, viu Lázaro na área da churrasqueira, mancando e, logo depois, foi para uma área de mata. Mas, ao questionar o patrão, o homem disse que ele estava imaginando coisas.

Ele disse que não trabalha durante o fim de semana mas, na segunda-feira (21), percebeu que Lázaro teria voltado, pois faltava leite e pão. Na quarta-feira (23), ele teria sido ameaçado pelo fugitivo caso contasse algo para a polícia.

Na quinta-feira (24), o caseiro viu Lázaro entrar correndo e se esconder em um cômodo da casa. O fugitivo, de acordo com depoimento dele, teria mandado que ele saísse. Foi, quando o funcionário viu equipes da polícia se aproximando e disse ter ordens para não os deixar entrar.

- O interrogado afirma que não avisou aos policiais que Lázaro estava escondido no quarto da sede da fazenda por ter sido ameaçado de morte - diz o registro.

Em outra ocasião, a força-tarefa foi à fazenda e percebeu um vulto entrando em uma mata, momento em que o funcionário disse se tratar de Lázaro.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários