Óvnis: Tudo sobre o relatório inédito do Pentágono

O Governo dos Estados Unidos deve publicar, ainda este mês, um relatório sobre OVNIs (objetos voadores não identificados). O documento será divulgado após um pedido do Congresso americano e a revelação de uma série de textos escritos por militares que relatam "veículos movendo-se de forma errática no céu".

O relatório marca uma mudança cultural, com representantes militares e políticos passando do ceticismo à curiosidade sobre esses supostos objetos voadores. Mas, o fato é que ainda há poucas evidências conclusivas que confirmam qualquer "visita intergalática".

Porta-vozes do governo e ds forças armadas americanas acreditam que, caso essa tecnologia não seja alienígena, ela pode muito bem pertencer a adversários geopolíticos, como Rússia ou China.

Em agosto de 2020, durante a pandemia da Covid-19, o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criou uma Força-Tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados para tentar examinar o aparecimento de aeronaves desconhecidas.

Uma versão confidencial do relatório foi fornecida a membros do Congresso no início de junho. Porta-vozes, que não quiseram se identificar, disseram à imprensa que o estudo não encontrou nenhuma evidência de atividade alienígena. Porém, não descartou a possibilidade.

As autoridades examinaram mais de 120 incidentes e observações relatados nas últimas duas décadas, incluindo três vídeos que o Pentágono liberou no ano passado com "fenômenos aéreos inexplicáveis".

O Pentágono vem coletando dados de forma discreta desde 2007, como parte do pouco conhecido "Programa de Identificação Avançada de Ameaças Aeroespaciais". Rússia e China já têm programas parecidos para identificar possíveis atividades de marcianos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários