Para evitar protestos, Lula cancela agenda nos estados

De acordo com matéria do jornal Folha de S.Paulo, o Partido dos Trabalhadores (PT) já bateu o martelo e decidiu que o ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva, candidato às eleições deste ano pela legenda, não fará eventos abertos ao público em virtude da reação negativa das pessoas ao nome dele.

A decisão inclui a ida do ex-condenado pela operação "Lava-Jato" ao estado de Santa Catarina e, mais recentemente, ao Rio Grande do Sul, onde ele até realizou debate mas restringido somente a apoioadores e aliados.

O diretório do PT, no entanto, disfarça que os brasileiros não tenham afeição ao petista e alega que as reuniões fechadas devem-se à "ausência de local adequado para realizar os eventos que gostaria". Mas, na prática, Lula, que já ficou preso por corrupção e lavagem de dinheiro, tem sofrido com protestos por onde passa e eventos que possam ter pessoas com ideologias diferentes são evitados; embora ele pregue a "democracia".

A deputada federal, Gleisi Hoffmann, finalizou os comentários, dizendo que a sigla lamenta tudo isso, mas a determinação já está tomada. 

E despista:

- O presidente gosta mesmo "é de ficar com o povo" - contou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários