Vinho brasileiro de volta ao “radar” da França

A Guaspari, de Espírito Santo do Pinhal, interior de São Paulo, levou medalha de prata na competição Syrah du Monde 2021 com o rótulo Guaspari Syrah Vista do Chá 2016. A vinícola foi a única brasileira premiada na 15ª edição do prêmio, que ocorreu em junho.

O Syrah du Monde é um concurso internacional de vinhos da França que reconhece os melhores rótulos de uva syrah e entrega medalhas representativas para o setor. O evento é realizado no Château d’Ampuis, na comuna francesa de Ampuis e a competição deste ano reuniu 100 juízes internacionais, que avaliaram os melhores frutos do mundo. Ao todo, foram experimentados 287 vinhos de 25 países, que disputaram 20 medalhas de ouro e 72 de prata.

O premiado Syrah Vista do Chá 2016 possui uma forte cor rubi, com bom equilíbrio e acidez. De personalidade forte e concentrado, o vinho tem notas de café, uma característica do terroir da região. A uva do Syrah Vista do Chá é cultivada no vinhedo Vista do Chá, um terreno sombreado da propriedade a 1.130 metros de altitude que ocupa uma área de pouco mais de três hectares e fica em solo franco-argiloarenoso.

A Guaspari foi a primeira vinícola brasileira a ter uma garrafa estampada na capa da prestigiada revista Decanter, com o Syrah Vista da Serra 2017. Na mesma edição, o Syrah Vista do Chá 2016 teve avaliação de 91 pontos, uma ótima ponderação para os parâmetros da publicação.

A vinícola paulista é a pioneira na produção de vinhos na Serra da Mantiqueira, na divisa entre São Paulo e Minas Gerais, onde antes residia uma fazenda de café. A propriedade está entre 1.000m e 1.300m de altitude, em que a insolação durante o dia e as noites fresquinhas garantem um produto similar às regiões europeias produtoras.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Rótulo vencedor (CRÉDITO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)
Rótulo vencedor (CRÉDITO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)
Mostrar comentários