"Ninguém vai morrer de tédio este ano", debocha Moraes sobre críticas à postura do TSE

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e futuro presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, disse, nesta sexta-feira (3), que o ano de 2022, quando haverá eleições para diversos cargos - inluindo o de presidente - será bem movimentado.

Durante Congresso de Direito Eleitoral, em que vários funcionários públicos dos tribunais eleitorais participavavm, Moraes debochou das críticas que tem recebido sobre sua postura no STF e a avaliação que as pessoas fazem sobre a influência dele na presidência do TSE.

- Uma coisa temos certeza: os últimos acontecimentos mostram que de tédio ninguém vai morrer este ano. De monotonia, não vamos morrer - ironizou.
- Cada dia é uma aventura para que a gente possa consolidar nesses quase 34 anos de Constituição - acrescentou.
- De 1889 até hoje, o maior período de estabilidade democrática, de estado e de Direito que temos é hoje - finalizou, omitindo que o Poder Judiciário tem interferido em outros poderes com a conivência de autoridades no Senado Federal e Câmara de Deputados, motivo pelo qual o STF recebeu duras críticas da população, inclusive com vídeos amadores com ofensas divulgadas nas redes sociais.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários