Até Lula acha que STF está "legislando" demais e avisa que, caso eleito, os Poderes voltarão ao "normal"

O ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, comentou, nesta quinta-feira (2), que o Supremo Tribunal Federal (STF) está legislando demais e interferindo em outros poderes.

Lula acredita que a Corte Suprema do país vota, não pelo que lê nos autos dos processos, mas pelas conclusões que tira dentro do que lê na imprensa e deixou escapar que, em caso de vitória do Partido dos Trabalhadores, cada instituição vai voltar a a trabalhar dentro do seu quadrado. Dos 11 ministros do Supremo, 8 foram indicados pelo PT, 1 por Fernando Henrique Cardoso e 2 pelo atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

- O Congresso tem que voltar a legislar. O Ministério Público tem que voltar a cumprir seu papel e ser mais responsável do que foi no casa doa "Lava-Jato" (operação da PF que o condenou). O STF tem que ser apenas o guardião da Constituição. Não poder ficar fazendo discurso e dando voto pela imprensa. O voto tem que ser dado em função dos autos do processo - 

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários