VÍDEO: Malafaia rebate convite de Fachin para "paz e tolerância nas eleições": "Quer blindar o TSE e isolar o presidente"

O pastor-presidente da Assembleia de Deus "Vitória em Cristo", no Rio de Janeiro, Silas Malafaia, divulgou um alerta ao líderes religiosos em suas redes sociais, nesta segunda-feira (6), sobre o convite do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin.

O magistrado pediu a vários religiosos, de crenças diferentes, que comparecessem, hoje, às 15 horas, no TSE, em reunião "ecumênica" para tratar da "promoção da paz e tolerância nas eleições" deste ano.

O pastor evangélico, no entanto, declarou que Fachin tem a intenção de "blindar" a corte eleitoral da opinião pública e isolar o presidente Jair Bolsonaro.

- Eu quero lembrar quem é o Fachin e o que ele fez. Em 2020, foi Fachin que tentou criar o crime de abuso de poder religioso. (...) Perdeu de 6 a 1. Uma tentativa vergonhosa de alienar, aleijar as pessoas de fé do debate público e político. Como se fosse possível separar uma pessoa de suas crenças e valores para o debate político?? - disparou.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários