Pastores da África louvam a Deus por ganhar bicicletas e poder evangelizar aldeias

As bicicletas, no Brasil, não são vistas como os melhores e mais seguros meios de locomoção. Não protegem do sol e da chuva. Em caso de queda, o ciclista se machuca muito e para percorrer distâncias longas rapidamente depende do usuário. Mas, na África, mais de 200 pastores comemoraram com grande júbilo a doação de 60 delas. É que agora os líderes religiosos poderão sair de aldeia em aldeia compartilhando a mensagem do Evangelho com outros moradores.

A entrega foi feita na quinta-feira (2), na cidade de Beira, em Moçambique, e foi feita pela organização cristã Missão Mãos Estendidas (MME), que atua há 22 anos no continente africano.

- Quando você coloca uma bicicleta na mão de um pastor ou de um líder, você conecta toda uma aldeia aos recursos que ela precisa. Muitas vezes, essa bicicleta vai ser a ambulância, o meio de transporte escolar, a forma de pedir ajuda. Não temos ideia do impacto que uma bicicleta causa no meio de uma comunidade - explica Saulo Porto, coordenador de ensino do MME.

Acredita-se que 3 bilhões de pessoas no mundo ainda não conhecem a história de Jesus Cristo, seja pela barreira do idioma, do difícil acesso às localidades ou mesmo pelas perseguições aos missionários.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários