STF mantém cassação de Francischini

Por 3 votos a favor da cassação e 2 contrários, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a decisão do colega, o ministro Kassio Nunes Marques, e manteve o deputado Fernando Francischini cassado.

A cassação do mandato do delegado retroagiu no tempo; o que, segundo a lei, não poderia ser feito e foi exatamente razão pela qual Nunes avisou que o TSE não poderia incriminá-lo. Na disputa por penalizar Francischini está o fato de que, em 2018, ele disse ter ocorrido fraude nas eleições.

Apenas Nunes e André Mendonça foram contra a cassação do delegado.

Após a decisão, Fernando Francischini fez um vídeo para as redes sociais em que falou:

- Nosso recurso extraordinário ainda não foi julgado no STF. Nossa batalha pelo mandato de 427 mil paranaenses não acabou. Tornou-se uma causa muito maior: a luta pela liberdade de expressão de todo cidadão nas redes sociais. Não vão nos calar - garantiu o delegado.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários