Após 4 anos "sumida", Marina reaparece para apoio a Haddad em SP

A ex-ministra do Meio Ambiente no governo do PT, Marina Silva (Rede Sustentabilidade), parece mais aquelas plantas de inverno que ibernam por um tempo e só "desabrocham" na estação determinada. No caso de Marina, a estação são as eleições do Brasil.

É incrível, mas Marina só dá o ar da graça durante disputas eleitorais de que tenha interesse. É o caso de agora. Ela, recentemente, apareceu em São Paulo para prestar apoio partidário a Fernando Haddad, que disputa o governo do Estado com ninguém menos que o ex-Ministro da Infraestrutura do Governo Bolsonaro, Tarcísio de Freitas.

A oposição sabe que Tarcísio fez um excelente trabalho à frente do Ministério e acredita que, tendo uma base de apoio grande, é capaz de "apagar" os feitos e méritos desse engenheiro militar. É uma tarefa árdua porque Tarcísio pretende colcoar em prática planos - há muito - esquecidos por outras gestões. Em seu primeiro ato, vai trazer a administração do Governo para dentro do centro de São Paulo, revitalizar a Praça Princesa Isabel, colocar mais polciiamento nas ruas e terminar com a "cracolândia" que se tornou o local.

Quando divulgou o projeto, ganhou a simpatia de quem estava na dúvida de votar. Pois, só quem mora sabe o perigo que se esconde por trás do consumo das drogas no local.

Já Marina, que saiu do PT, anos atrás, esbravejando sobre "coisas erradas", desconversou quando foi questionada sobre o apoio ao partido que ela abandonou.

- Tenho divergências com o PT. Mas, trato as divergências políticas com diálogo. É isso o que posso dizer - despistou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários