Europa não comercializará mais carros novos à gasolina a partir de 2035

Por 339 votos a favor e 249 contra, o Parlamento Europeu aprovou uma medida que promete afetar o mercado de automóveis no mundo: a partir de 2035 não poderão mais ser fabricados carros novos à base de gasolina ou diesel.

Se a proposta passar pelo Cosnelho Europeu, Comissão Europeia e o Parlamento e a reunião do Conselho de Meio Ambiente, que será no dia 28 de junho, a  expectativa é a de que uma lei seja criada ainda este ano, proibindo a produção de veículo com combustível fóssil.

Até os carros híbridos seriam proibidos de circular nos 30 países que fazem parte do bloco econômico.

A União Europeia diz que quer diminuir em 50% a emissão de gases poluentes e, depois de colocar o plano em prática, vai obrigar outros países a fazer o mesmo, incluindo as pressões contra o Brasil.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários