Ator de Riverdale, que matou a mãe, planejava assassinar Trudeau

Ryan Grantham, ator de 24 anos que atuou em Riverdale e Supernatural e matou a própria mãe em 2020, planejava também assassinar o primeiro-ministro Justin Trudeau.

O ator matou a mãe, Bárbara Waite, em março de 2020, com um tiro na nuca. Eles não tinham brigado e a mulher foi atingida, enquanto tocava piano na sala.

Em seguida, ele cobriu o corpo com um lençol e saiu de casa para matar Trudeau, mas não conseguiu.

Ele voltou pra casa, escreveu no diário, gravou um vídeo ao lado do corpo, foi ao banco, assistiu TV e fez coquetéis molotov.

No dia seguinte, mais disposto, Ryan saiu novamente para matar o primeiro-ministro, mas desistiu e se entregou à polícia.

Grantham sofre de depressão severa e tem ímpetos de violência extrema contra si mesmo e outras pessoas. Pelo crime, ele pode pegar a prisão perpétua.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários