Adrilles Jorge se candidata a deputado federal e reafirma que apenas Bolsonaro defende as liberdades no Brasil

O escritor e jornalista Adrilles Jorge, que, recentemente, anunciou pré-candidatura a deputado federal pelo PTB, partido de Roberto Jefferson, foi o entrevistado do programa "Pânico", da Jovem Pan, emissora em que ele também trabalha como comentarista e falou:

- Não tenho experiência política nenhuma, mas não sou exatamente um ingênuo - iniciou.
- A partir do momento que eu estabeleço uma discussão concreta e estudada sobre os problemas que eu vejo na sociedade e no país, na perda das liberdades fundamentais que estamos tendo depois da pandemia, acho que posso estabelecer um vínculo de ação. Não preciso fazer algo sozinho. Vou contar com todo mundo... Vou me unir às pessoas - explicou.

Adrilles disse que, embora não seja bolsonarista, ele acredita que o Brasil está dividido entre aqueles que 

desejam o fim das liberdades coletivas e individuais e Jair Bolsonaro (PL), autoridade que mais luta pela 

manutenção desses e outros direitos.

- Eu não sou bolsonarista. Existem dois caminhos no país, hoje, polarizado. Existe uma perda de liberdade, é fundamental que a gente resolva isso -
- A gente perdeu liberdade de trabalhar, se educar, andar seguro nas ruas, liberdade de empreender. Todas essas liberdades quem defende hoje é um homem chamado de tirano e fascista, que é Bolsonaro - 
- A gente está na iminência de ter um presidente que foi o maior corrupto da humanidade - concluiu.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários