No Rio, vereador chama parlamentar trans de "homem" e é condenado a quase dois anos de prisão

O vereador de Niterói, Douglas Gomes (PL), foi condenado pela 2ª Vara Criminal de Niterói a 1 ano e 7 mesesde prisão após chamar Benny Briolly (PSOL) de homem.

Em março de 2021, Gomes e Briolly discutiram em plenário e Douglas chamou a mulher trans com adjetivos que remetiam ao seu sexo de nascimento, o masculino: "vagabundo", “moleque” e “seu merda".

Benny entrou na Justiça e acusou o colega de casa de ser "transfóbico". O processo seguiu, o vereador foiouvido pela Vara e confirmou que realmente tratava Benny pelo sexo biológico com que ele nasceu.

Ao ser notificado da pena, Douglas Gomes escreveu nas redes sociais:

- Acabo de ser informado que fui condenado a um ano e sete meses de prisão por chamar um homem de homem - lamentou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários