Presidente do Peru abandona o próprio partido após sigla tornar-se oposição ao Governo

O presidente do Peru, o sindicalista Pedro Castillo, deixou o partido que o elegeu, o Peru Livre, nesta quinta-feira (30).

A legenda estaria descontente com o chefe do Executivo e alega que Castillo está propondo um programa "neoliberal" demais para a população de 33 milhões de habitantes.

Em virtude do impasse, parte da sigla agora é oposição a Castillo.

Além desse problemão, sindicalista enfrenta deúncias sobre patrocínio ilegal e tráfico de influência. O Congresso peruano investiga o caso. Se for condenado, o esquerdista pode perder a cadeira que ocupa há menos de um ano.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários