DF e 19 estados aderem ao ICMS mais baixo proposto pelo Governo Bolsonaro

Uma grande vitória para o presidente Jair Bolsonaro (PL): quase a totalidade de estados brasileiros aderiu ao plano do Governo Federal e aceitou cobrar o ICMS mais baixo proposto pela União.

Após uma imensa quebra-de-braço com a equipe econômica de Paulo Guedes, Alagoas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Ceará e Sergipe se renderam ao Executivo Nacional e cobrarão uma alíquota para gasolina, internet, energia elétrica e telefonia bem menor do que antes era determinado: 18%.

Enfim, um alento para o bolso do consumidor que o presidente Bolsonaro já pleiteia há anos mas sempre com respostas negativas da Petrobras, empresa estatal que, por sinal, está no radar dele para privatizações do próximo mandato.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários