Pais veganos podem pegar prisão perpétua por matar bebê com dieta rigorosa

Sheila O'Leary, de 39 anos, está sendo acusada de assassinar o próprio filho, um bebê de apenas 18 meses,por conta de uma dieta vegana rigorosa com que ela alimentava a criança.

O caso está sendo julgado na Flórida, Estados Unidos, e a polícia apurou que Sheila só dava ao filho leite materno, frutas e vegetais. Quando morreu, por desnutrição, o menino só pesava 17 quilos, sete a menos que o normal para a idade dele.

Ryan O'Leary, pai da criança, contou aos policiais que fazia uma semana que o bebê não se alimentava e também tinha dificuldades para dormir.

O casal está preso e, agora, as autoridades se preocupam com o futuro dos outros três filhos pequenos, que também eram obrigados a comer somente dieta vegana.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários