Vereador se torna réu em outro processo que apura importunação sexual e assédio

O vereador do Rio de Janeiro, Gabriel Monteiro (PSD), de 28 anos, se tornou réu pela segunda vez em um processo que apura importunação sexual e assédio contra uma ex-assessora parlamentar.

A moça de 26 anos denunciou o caso e a ação corre no Tribunal de Justiça do Rio sob segredo de Justiça.

Em depoimento, a ex-assessora disse que era constrangida por Monteiro e que houve vezes em que o parlamentar chegou a passar a mão nas partes íntimas dela.

Em maio deste ano, Monteiro já tinha se tornado réu no processo que apura a relação sexual dele com uma menor, que foi, inlcusive gravada pelo próprio vereador "para comprovar que o realcionamento era consensual".

Na Câmara, ele também enfrenta outro processo. Mas, desta vez por quebra de decoro.

A defesa do vereador se manifestou sobre a denúncia da ex-funcionária e disse que ela foi desmentida por outros colaboradores que trabalham juntos no mesmo ambiente.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários