VÍDEO: PT tenta barrar "na porrada" PEC das Bondades em comissão

A sessão que analisava a PEC das Bondades quase não termina bem, nesta quarta-feira (6), depois que deputados petistas e de oposição ao Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) invadiram a mesa diretorae tentaram arrancar à força a leitura do texto.

O relator do projeto, Danilo Forte (União Brasil-CE), tentava ler o documento, quando os deputados de oposição desligaram seu microfone e e arrancaram o texto de sua mão.

Indignada, a deputada federal Celina Leão (PP-DF), presidente da sessão, deu um tapa forte na mesa e quase foi agredida por Reginaldo Lopes (PT-MG).

- Ninguém vai me desrespeitar! Quero saber se vocês já fizeram isso com o presidente (Arthur) Lira ou com o presidente de outra comissão? - questionou.

A PEC das "bondades" aumenta o Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600, amplia o vale-gás, concede um voucher para caminhoneiros no valor de R$ 1 mil mensais e auxílio-gasolina destinado a taxistas. O custo total é de R$ 41,2 bilhões. 

O texto, agora, deve passar por duas sessões do colegiado, presidido por Celina Leão e o relator quer concluir todos os trâmites legislativos para que o texto seja votado ainda nesta semana. 

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários