Boris Johnson não é mais primeiro-ministro do Reino Unido

Boris Johnson renunciou ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido, nesta quinta-feira (7), depois que mais de 50 integrantes do alto escalão do governo pediram pra sair.

O premiê disse que pretende ficar no cargo somente até outono para que os conservadores tenham tempos suficiente de escolher outra pessoa para colocar no lugar.

- Eu vou servir até que um novo líder assuma - destacou.

Johnson estava no cargo há três anos, mas a pressão para ele deixar o posto já vem surgindo desde o início da pandemia da Covid-19, quando o premiê "encarcerou" os cidadãos em casa. Mas, foi flagrado dando festas em sua residência oficial. Além disso, o Reino Unido, assim como outros países que seguiram os lockdowns, sofre com inflação alta, desabastecimento, quebra de empresas e desemprego.

- Me arrependo por não ser bem sucedido em permanecer (no cargo) - lamentou o substituto de Theresa May.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários