Bomba de fezes explode em ato pró-Lula no Rio

Impedidos de entrar nos comícios de Lula (PT), a população tem se manifestado de outra forma para mostrar ao ex-presidiário que não está contente com sua candidatura à presidência do Brasil, após os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) darem uma "canetada" e anularem todas as condenações do petista na operação "Lava-Jato" e, assim, o tornarem elegível este ano.

Os manifestantes têm usado drone e feito bombas caseiras de fezes para desarticular os atos em favor de Lula.

Nesta quinta-feira (7), por exemplo, mesmo com um tapume de 2,5 metros de altura no centro do Rio de Janeiro, que impedia pessoas de fora de participarem do comício de Lula; um homem conseguiu arremessar o artefato com fezes no meio dos aliados.

Ele foi preso em seguida pela Polícia Militar, que fazia a forte segurança na área.

O petista tem feito de tudo para evitar o cara a cara com o eleitor e, para isso, tem se cercado de centenas de seguranças e fechado os eventos a outros participantes. 

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários