VÍDEO: Lula elogia e agradece petista que quase matou empresário em 2018

O ex-presidiário Lula (PT), que também é candidato à presidência da República, agradeceu, neste sábado (9), ao ex-vereador de Diadema, interior de São Paulo, Manoel Marinho, o "Maninho do PT", que empurrou e agrediu um empresário que se manifestava em frente ao Instituto Lula, em 2018.

Em abril daquele ano, o empresário Carlos Alberto Bettoni ofendia o Partido dos Trabalhadores; quando Maninho partiu pra cima dele e o empurrou com tanta força que ele bateu a cabeça na traseira de um caminhão e caiu desacordado.

O agressor foi embora sem prestar socorro ao empresário, que foi ajudado por populares.

Lula omitiu a gravidade do fato e elogiou a atitude do aliado político, que deixou o homem dias na UTI.

- O companheiro Maninho, por me defender, ele ficou preso 7 meses porque resolveu não permitir que um cara ficasse me xingando na porta do instituto - iniciou o petista preso por corrupção e lavagem de dinheiro.
- Quero em teu nome agradecer a toda a solidariedade do povo de Diadema. Foi o Maninho e o filho dele que estiveram nessa batalha. Essa dívida que tenho com você jamais a gente pode pagar em dinheiro. A gente pode pagar em solidariedade e companheirismo - acrescentou.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários