Mulher mata marido sufocado por ele a ofender de "gorda e velha"

Uma mulher foi presa, nesta quarta-feira (13), em Itajubá (MG), suspeita de matar o próprio marido.

O servidor público Sérgio Carvalho Silva, de 51 anos, foi morto em casa, depois de se deixar amarrar com cadarços nas mãos e nos pés pela própria esposa. Era uma cilada. A mulher o asfixiou com uma camiseta de criança com ajuda de uma vizinha.

Silva ainda demorou a morrer. Por isso, a esposa e a vizinha pegaram um pedaço de pão, simularam um engasgamento e acionaram o Corpo de Bombeiros.

Aos policiais, a mulher se recusou a dizer por que matou o marido com quem era casada há 20 anos. Mas, se lembrou que ele a chamava de "gorda e velha".

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários