Polícia conclui inquérito sobre a morte de petista em comemoração de aniversário

A Polícia Civil do Paraná concluiu, em menos de uma semana, o inquérito sobre a morte do guarda municipal de tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu, Marcelo Arruda.

Marcelo foi morto pelo policial penal Jorge José da Rocha Guaranho, que levava a esposa para a festa de aniversário de Arruda. Mas, ao ver que o tema da comemoração era o lulopetismo, ambos se desentenderam, se ofenderam e o guarda municipal acabou por jogar pedras no carro de Guaranho, que prometeu voltar armado para se vingar. Os dois homens já tinham histórico antigo de desavenças.

Dezessete pessoas foram ouvidas e as imagens das câmares de segurança também conseguiram comprovar a cronologia do tempo e dos fatos para elucidar o caso.

A polícia fará um pronunciamento, nesta sexta-feira (15), para apresentar a conclusão da investigação.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários