VÍDEO: Petista tenta atacar Bolsonaro e é contida por populares em Juiz de Fora (MG)

Quase quatro anos após tentativa de assassinato que sofreu em Juiz de Fora, Minas Gerais, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou à cidade para lembrar que o caso ainda não teve solução. 

O ex-integrante do PSOL, Adélio Bispo, autor da facada que, por pouco, não matou o então candidato à presidência em 2018. Mas, deixou muitas sequelas e impossibilidades.

Bolsonaro retornou à mesma rua em que tudo ocorreu, a Benjamin Constant, no centro da cidade, ee compartilhou com milhares de apoiadores e aliados a alegria de estar vivo e poder agradecer, pessoalmente, à equipe da Santa Casa de Misericórdia, que proveu os primeiros socorros a ele.

Durante o passeio por Juiz de Fora, no entanto, outro susto: uma petista se aproximou dele e gritou "corrupto". Foi, imediatamente, retirada do local. Ela estava bem próximo do presidente e o receio da segurança e dos apoiadores era o de que Bolsonaro fosse atacado de novo e não pudesse concorrer às eleições daqui a três meses.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários