Lula minimiza negativa de Anitta e funkeira responde: "Então, vamos, Dumbledore"

Depois de Anitta fazer campanha em favor da eleição do ex-presidiário Lula (PT) à presidência do Brasil e de, dias depois, desautorizar o uso de sua imagem em anúncios publicitários do Partido dos Trabalhadores, o "descondenado" pelo STF nas sentenças da Operação "Lava-Jato" minimizou o incômodo e escreveu na web:

- De fato, você só declarou seu apoio por mim e sei que não é petista - iniciou Lula, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.
- O PT tem milhões de militantes, simpatizantes e também tem gente que não gosta do partido mas, mesmo assim, está conosco nesta caminhada, porque precisamos que o Brasil volte a ter democracia e paz - despistou.

Anitta respondeu em seguida, chamando Lula de "Dumbledore", personagem da saga Harry Potter, que era um bruxo aliado do personagem principal.

- Então vamos que vamos, Dumboldore… defendendo a Sonserina pela democracia, gente. Pois achei tudo - alegou.

Desde que foi rebatida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) em diversos posts, Anitta "prmeteu" não mais mencionar o nome do chefe do Planalto e o apelidou de "Voldemort", que, nos filmes do bruxinho, seria o vilão da história.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários