Netflix amplia cobrança de taxa extra para empréstimo de senha

A Netflix já começa a por em prática seu plano de cobrar dos clientes que costumam emprestar as senhas para terceiros. Assim, aqui, na América Latina, Argentina, El Salvador, Gutemala, Honduras e República Dominica serão os primeiros a serem cobrados.

O streaming identificou que nesses países o volume de empréstimos é alto demais e que a mesma senah é compartilhada em vários endereços diferentes. Por isso, o valor extra a ser cobrado vai girar em torno de US$ 1,70 a US$ 2,99.

A empresa explicou que a taxação só será feita para endereços físicos diferentes. Quem for flagrado utilizando em smartphone, tablet e laptop não terá que desembolsar nada porque muitos usuários costumam usar o streaming em viagens de férias.

O Brasil, por enquanto, não está na mira da Netflix. 

A especulação em torno dessa nova cobrança da plataforma seria em virtude da perda de milhões de clientes para outras concorrentes. O principal motivo seriam o conteúdo ideológico da empresa, mas ela nega.

Somente entre abril e junho deste ano, a Netflix perdeu mais de 2 milhões de assinantes e as ações da empresa já caíram 65% este ano.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários