Cláudio Castro dispara contra Freixo e crime organizado: "Não vamos tolerar que esses marginais continuem atacando"

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), perdeu a paciência com as facções criminosas que dominam as favelas cariocas e autoridades políticas que costumam defender bandidos e disse:

- Não há lugar onde o estado não entre no Rio. Não vamos tolerar que esses marginais que Freixo (candidato ao Governo do Rio) defende continuem atacando uma instituição tão importante e que tanto nos orgulha como a  Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro - disse referindo-se à forma como os policiais foram recebidos nas comunidades ao tentar combater o roubo de veículos, cargas e o de bancos.
- Foi Freixo, seu partido e aliados que proibiram nossas polícias de enfrentar esses bandidos em determinadas áreas. O resultado está aí: bandidos mais seguros e fortemente armados. Mas comigo não tem essa. Polícia se faz com inteligência, investimento, força e boa remuneração - disparou, acrescentando que, esta semana quase um helicóptero é alvejado em plena operação.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários