(VÍDEO) "Não pode ser Ministro do STF e, muito menos, Presidente do TSE", afirma deputado sobre postura ativista de Fachin

O deputado federal do Rio Grande do Sul, Bibo Nunes (PL), compartilhou um vídeo nas redes sociais, neste domingo (24), em que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, então professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), discursava "bravamente" pela canidatura de Dilma Rousseff (PT) à presidência do Brasil.

Com a ídola já presidente, ele foi indicado ao cargo de ministro do Supremo e, hoje, é um dos ministros mais ativistas da corte.

Foi ele quem anulou todas as sentenças de Lula (PT) na operação "Lava-Jato" e o tornou elegível para o pleito deste ano.

Foi Fachin também que, na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), rejeitou todas as tentativas das Forças Armadas de atualizarem as urnas eletrôncias; para que o pleito pudesse ser mais seguro e auditado, posteriormente.

Diante de tão graves atitudes, o deputado relembrou o vídeo de Fachin fazendo "coro" ao Partido dos Trabalhadores e escreveu:

- Não pode ser Ministro do STF e, muito menos, Presidente do TSE. Vergonha! - disparou o parlamentar sobre a postura ativista do Judiciário.

Assista: 

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários