Polícia prende empresária suspeita de mandar matar o namorado

A empresária Anne Cipriano Frigo, 46, e o ex-segurança Vitor Lúcio Jacinto, 42, haviam se conhecido em um aplicativo de paquera quatro anos antes. Eles passaram a casaram com contrato de união estável mas, durante a pandemia resolveram morar em casas separadas. Ela foi para um luxuoso apartamento em São Paulo e ele ficou em uma casa do Alphaville.

Anne pagava ao namorado presentes caros como uma Porsche avaliada em R$ 2 milhões, uma bicicleta no valor de R$ 120 mil e ainda paga o aluguel mensal de R$ 32 mil. Mas, os mimos não garantiram a fidelidade do amado. Ao descobrir que estava sendo traída, ela não contou conversa e mandou matá-lo, em 17 de junho.

O corretor de imóveis Carlos Alex Ribeiro de Souza foi o contratado para o serviço. Ele receberia R$ 200 mil. O autônomo fingiu que ia mostrar um imóvel para Vitor e, dentro do carro andando, deu um tiro certeiro no coração do segurança, que teve morte instantânea.

Anne e Ribeiro seguem presos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários