Moraes prorroga prisão de influenciador que criticou ministros do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, prorrogou a prisão temporária do influenciador digital Ivan Rejane Pinto, que usava os perfis na internet para criticar a postura ativista de integrantes da Suprema Corte e outros políticos de esquerda como Lula, Gleisi Hoffmann e Marcelo Freixo.

Após o prazo de mais cinco dias preso, Ivan deve ser colocado em liberdade; caso nao surjam fatos novos contra ele.

Bem como analise se há nas informações contidas nos bens e documentos recolhidos elementos que possam ensejar a realização de novas atividades investigativas, além de mitigar as oportunidades de reações indevidas e impedir a articulação com eventuais outros integrantes da associação, que obstruam ou prejudiquem a investigação - alegou Moraes, que acusa Pinto de divulgar "informações falsas".

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários