Aniversário: Guaranho disparou três vezes contra petista, que revidou e deu 13 tiros

O laudo da Polícia Científica do Paraná confirmou que o policial penal, Jorge Guaranho, atirou três vezes contra o guarda municipal e tesoureiro do PT, Marcelo Arruda. O petista, por sinal, revidou e disparou 13 vezes contra o rapaz.

Os dois já tinham uma rixa antiga, mas a mulher de Guaranho foi convidada para o aniversário. Ao chegar no local para deixar a esposa, o policial percebeu o tema da festa e uma discussão iniciou. Arruda jogou pedras para dentro do carro de Guaranho, que prometeu voltar e se vingar.

Um tempo depois, ele retorna e é quando o tiroteio começa.

Ambos se alvejaram, mas Guaranho ainda teve a cabeça chutada por dois homens; enquanto estava desmaiado. Ele sobreviveu e está estável.

Arruda, embora tenha sido socorrido primeiro, não teve a mesma sorte. Ele morreu em virtude dos ferimentos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários