Apesar do racha, MDB oficializa candidatura de Tebet ao Planalto

O MDB, partido de políticos como Michel Temer, Renan Calheiros, Jader e Hélder Barbalho, oficializou, nesta quarta-feira (27), a candidatura da senadora Simone Tebet à presidência da República.

A convenção da legenda aprovou o nome da congressista ao Planalto por quase 97% dos que votaram. PSDB e Cidadania compõem a chapa em apoio à ela. Porém, os partidos não chegaram em um acordo de quem será o vice da senadora.

Na segunda-feira (25), Hugo Wanderley Caju, do diretório de Alagoas, chegou a entrar com representação para que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendesse a votação. Mas, o ministro Edson Fachin indeferiu a solitação, argumentando que não havia nada de ilegal.

O pedido de Caju levantou as suspeitas de que Renan Calheiros, que tambem é de Alagoas, estivesse por trás da solicitação; já que ele não esconde o desejo de que o MDB apoiasse a candidatura de Lula (PT), de quem é muito amigo. 

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários