Bolsonaro quer Auxílio Brasil permanente em R$ 600, se reeleito

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta terça-feira (2), que, caso continue no comando do Planalto manterá o Auxílio Brasil em R$ 600 e fará a correção da Tabela do Imposto de Renda, na qual tenta isentar nova faixa de salário, de R$ 1,9 mil para R$ 2,5 mil.

- Hoje, conversando com o próprio Paulo Guedes, com a equipe econômica, está garantido isso daí (Auxílio Brasil em R$ 600) dentro da responsabilidade fiscal. Entre outras coisas, faremos também dentro da responsabilidade fiscal, como, por exemplo, uma correção na tabela do Imposto de Renda - explicou.

As duas medidas, no entanto, precisam da aprovação do Congresso Nacional e, por isso, o Governo Federal luta para conseguir a eleição de mais parlamentares de base. 

- Não vai ter problema (no Orçamento) porque teremos responsabilidade para isso. É o que foi acertado hoje com o Paulo Guedes. Logicamente, vamos depender do Parlamento após as eleições - completou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários