Julgamento da Boate Kiss é anulado e réus serão soltos

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do SUlacatou os recursos da defesa dos acusados

e anulou o julgamento dos quatro réus, nesta quarta-feira (3).

Dessa forma, Elissandro Callegaro Spohr (dono da boate), Mauro Londero Hoffmann (sócio da Kiss), Marcelo

de Jesus dos Santos (vocalista da Banda Gurizada) e Luciano Bonilha Leão (assistente da banda) devem ser soltos a qualquer momento.

O incêndio na Boate Kiss ocorreu em 2013, mas foi somente em dezembro de 2021 que os quatro reús foram

condenados a penas que variavem de 18 a 22 anos.

A tragédia matou 242 pessoas.

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários