Representante da Davati mostra áudio sugerindo que deputado tentou intermediar a compra de vacina

O representante comercial da empresa Davati Medical Supply, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, mostrou um áudio sugerindo que o deputado federal Luis Miranda tentou intermediar a compra de vacinas.

Por isso, ao entrar na sessão desta quinta-feira (1), Miranda causou um grande tumulto.

No áudio, é possível ouvir que Miranda afirma ter um "comprador e com potencial de pagamento instantâneo".

O deputado federal entrou na sessão e conversou, misteriosamente, com o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM) e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL). A presença dele causou tumulto e queixas dos senadores Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), Marcos Rogério (DEM-RO) e Fernando Bezerra (MDB-PE). Este último, líder do governo no Senado, afirmou:

- O que é isso? Ele não pode ficar presente na sessão - bradou, solicitando que o áudio seja investigado pela Polícia Federal (PF).

Após a confusão gerada pela presença de Miranda na CPI, enquanto Dominguetti prestava depoimento, Omar Aziz tentou acalmar os senadores. Mas, mesmo assim, Luis Miranda teve que sair acompanhado de seguranças legislativos. Ele se retirou da sala e foi para a Câmara dos Deputados.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários